Lei que torna a Festa de Santa Ana Patrimônio Cultural Imaterial de Congo é sancionada pelo prefeito Júnior Quirino

por Ascom - Prefeitura Municipal de Congo | Publicado em 07/06/2019 às 17:38

Lei que torna a Festa de Santa Ana Patrimônio Cultural Imaterial de Congo é sancionada pelo prefeito Júnior Quirino

Agora é Lei. O prefeito Júnior Quirino sancionou nesta semana a Lei Municipal 203/2019 que denomina como Patrimônio Cultural Imaterial do município a Festa de Santa Ana, padroeira do Congo. A sanção ocorre após aprovação unânime da Câmara de Vereadores, com votação realizada em dois turnos.

O então Projeto de Lei foi de iniciativa do próprio poder executivo municipal que quis oficializar a grandiosidade da festa dando-lhe um título de importância reconhecidamente legal, título este que a engrandece ainda mais, além de protegê-la e fazer com que todos os segmentos da sociedade estejam aptos e conclamados a preservarem a festa que é o principal evento do município, tanto na tradição religiosa quanto social.

O prefeito Júnior Quirino sanciona a Lei no mês que antecede as festividades nesse ano de 2019, as quais acontecerão na penúltima semana de julho, e a Festa de Santa Ana terá este ano um realce especial ao ser reconhecida um Patrimônio Cultural Imaterial do município do Congo.

“É com grande alegria que sanciono esta Lei, pela simbologia que ela traz. Todos nós sabemos que a história do Congo e a Festa de Santa Ana estão intimamente ligadas; não se separam. Dar essa denominação a essa festa significa reconhecê-la como um elemento de identificação das tradições do nosso povo, tanto para quem é religioso quanto para quem não é, pois é principalmente na Festa de Santa Ana que os filhos do Congo se encontram e se confraternizam. Portanto, cabe a todos nós preservar essa tão linda tradição, e é pra isso que essa Lei passa a existir.”, enfatizou o prefeito.

Tempo
Congo - PB
Mín 19ºC
23º
Máx 28ºC
Parcialmente nublado

Mais Lidas